segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Olá, olá!

Oi gente, quanto tempo!

Bem, fiquei mais de um mês sem postar, e aqui está umas explicações.
Mudei de casa, e por muito tempo fiquei sem net. Fora as correrias com facu, trampo e separando um tempo para outros hobbies vivendo fora da net.
Comecei a fazer psicanálise resolver uns conflitos da vida, é bem legla, recomento terapia é muito bom, só que é dolorido...
Mas vamos lá, andei aprimorando as técnicas com arco, e de fato estou muito feliz com os resultados.
Estou de correria com os exames , que acabam essa semana! OOOOOO Glória!
Por hora é só isso, estou com muita correria, mas  pode ter certeza que em breve voltam as postagens à mil!

Obrigado galera, em breve muitas novidades!
Abraços...Luiz!

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Resenha do Arco Scorpion Hoover 29 libras!




Galera, sempre tive o sonho de ser um arqueiro como Robin, Arqueiro verde, e sempre pirei nos filmes medievais e óbvio Lord of the Rings com Legolas, e os elfos e orcs arqueiros.
Outra coisa é que dá pra praticar escalada em árvores com um arco, e pescaria também( serão alvos de post ainda).
Bem na piração de fim de ano, decidimos comprar um arco (sim a Bah (<3) e eu, afinal ela pirou quando viu um na faculdade durante um colóquio), um Scorpion Hoover 29 libras black, está aí uma resenha do arco.
É óbvio né que o arco é de iniciante mas faz muito bem o seu papel, a velocidade estimada é de apenas 36 m/s o que é muito baixo, sendo que alguns arcos compostos chegam a 100 m/s.Comparando com minha balestra, é um tiro fraco afinal uma 120 libras Raptor é de 61 m/s um disparo.
Creio que quando fui escolher o equipamento, visei duas coisas principais, minha pouca experiencia com arco e o preço de um equipamento. Apesar de saber que aguento a puxada de uyma rco de 70 libras, oq ue é muito forte,
Assim como meu crossbow e a zarabatana, adquiri no Arqueria (clique no nome), porque divide em várias vezes no cartão e possui um preço acessível pra nosso bolso.
Ainda farei um post falando a evolução da arqueria no mundo através da história. Mas os arcos são equipamentos que começaram nas eras primitivas e até hoje, grandes grupos se reúnem para praticar o arco, e ainda há sociedades de arquerias medievais na Europa, principalmente na Inglaterra.

O que acompanha no arco:

Protetor de braço.
Duas flechas de fibra de vidro.
Dedeira.
Rest (apoio de flecha).
Quiver (esse suporte de 4 flechas ao lado do arco).

O arco, como veio:


A capa, que não está inclusa, é assim:


O arco veio desmontado, porém a montagem é muito simples, pode ser feita apenas com uma chave Philips.


Flechas de 28" e 30", de fibra de vidro e alumínio respectivamente.


O arco montado, com as flechas de alumínio 30", que infelizmente não vem inclusas, vindo apenas duas de fibra de vidro.E o protetor de braço, que precisa ser utilizado, o que a anta desse blogueiro que vos escreve não usou kkkkkkkkk.


O que eu não gostei:
1 .Bem não gostei do rest, é muito mole e tira a precisão do tiro, mas pode ser trocado por um de qualidade superior à um certo custo
2.É uma desvantagem que seja caro as flechas, mas mesmo assim compensa. Em média cada flecha de alumínio, custa em média 15 reais por peça.

O que gostei:
1.A possibilidade de dividir em 10 x sem juros e do frete ter sido grátis, recomendo o vendedor.
2.Pelo arco ser mais fraco, não precisa de um espaço muito grande.
3.As flechas de alumínio tem uma precisão maior, de fato é muito legal atirar com elas, e as de fibra de vidro são flexíveis e difíceis de quebrar.

Dicas importantes:

Assim como o crossbow, faça uma caixa cheia de jornais para atirar e garantir a durabilidade das flechas.
Nunca aponte para áreas com concentração de pessoas e animais, afinal ainda é uma arma de disparo e pode machucar alguém, e ninguém quer isso né?
O equipamento é legalizado e aceito segundo o estatuto do desarmamento, mas para portá-lo é bom que leve uma cópia da nota fiscal, para não ter problemas de questionamento da procedência do equipamento.

Galera, recomendo a brincadeira, não vejo a hora de brincar de novo, só que agora com a minha amada!
Um grande abraço, Luiz!

sábado, 27 de outubro de 2012

Séries de zumbis, em caminhos inversos.


Grafic novels, cinema e games estão sempre conectados e dessa vez vou abordar duas séries que tomaram caminhos inversos!



Sem mais delongas...

 The Walking Dead:

 Série de HQ's lançada pela editora Image comics em 2003. 
A galera agora tem assistido a terceira temporada que passa na Fox, e não preciso muito ficar dando spoilers da série. Em 2006 foram publicadas as primeiras imagens do jogo, claro que não foi lançado com esse nome, quem jogou a série left for dead e viu os HQs e a série achou muitos pontos em comum do mundo apocaliptico proposto nos HQs. Que foram premiados na Comic-on de 2010 em San Diego.
Interessante ver como Rick , o policial se torna um cara frio durante a série, culpa do fardo a ele confiado , ou só revelação de seu caráter pelo poder?
Quem acompanha os quadrinhos vê a evolução dos personagens, seus dramas, e como uma crise pode deixar as pessoas mais moles ou duras. O que acho legal na série é que não há heróis que sempre salvam o dia, pessoas morrem, e os que sobrevivem procuram se manter assim.
Entrei em contato com a série à partir da tv, sinceramente não conhecia todo o universo que The walking dead gerou. Achei muito bom!
Estou ansioso para ver o desfecho dessa terceira temporada, e ver se vai seguir a história do HQ.
Uma versão em mangá foi lançada da série também!

Resident Evil
Começou como jogo e virou, uma franquia de histórias, Hqs, livros e mangás!

Adaptações do jogo
  • The Umbrella Conspiracy - Adaptação do Resident Evil original. Escrito por S.D. Perry, 1998, 
  • Caliban Cove - Um livro original, contando a história passada na ficcional ilha de Caliban Cove. O livro mostra Rebecca, em uma tentativa de deter um cientista de disseminar uma forma modificada do T-Virus, a ajuda de uma unidade norte americana da S.T.A.R.S. Escrito por S.D. Perry, 1998.
  • City Of The Dead - Adaptação de Resident Evil 2. Escrito por S.D. Perry, 1999.
  • Underworld - Um livro original que mostra Claire, Rebecca e Leon Kennedy na tentativa de fechar a Umbrella antes que suas armas biológicas sejam lançadas. Alguns sobreviventes da S.T.A.R.S. norte americana aparecem neste livro. 1999.
  • Nemesis - Adaptação de Resident Evil 3: Nemesis. Escrito por S.D. Perry, 2000.
  • Code Veronica - Adaptação de Resident Evil Code: Veronica. Escrito por S.D. Perry, 2001.
  • Zero Hour - Adaptação de Resident Evil 0. Escrito por S.D. Perry, 2004.
Adaptações do filme
  • Resident Evil: Genesis - Adaptação do primeiro filme. Escrito por Keith R.A. DeCandido, 2001.
  • Resident Evil: Apocalypse - Adaptação do segundo filme, Resident Evil: Apocalypse, os eventos em cada um são histórias
  • Resident Evil: Extinction - Adaptação do terceiro filme, Resident Evil: Extinction, os eventos em cada um são histórias alternativas dentro da linha de tempo de Resident Evil 3: Nemesis. Escrito por Keith R.A. DeCandido, 2004.
Adaptações japonesas
  • Biohazard: The Beginning - Um livro original, lançado como parte integrante do livro The True Story behind Biohazard, publicada pela Capcom. A história serve como um prólogo para o primeiro jogo da série. No livro, Chris Redfield investiga o desaparecimento de seu amigo Billy Rabittson, um empregado da Umbrella. Escrito por Hiroyuki Aniga, 1997.
  • Biohazard: The Beast of the North Sea ( Biohazard Hokkai no Yôjû) - Escrito por Kyu Asakura, 1998.
  • Biohazard: to the Liberty - Escrito por Suiren Kimura, 2002.
  • Biohazard: Rose Blank - Escrito por Tadashi Aizawa, 2002.
  • Biohazard - Adaptação Japonesa não ligada ao livro de DeCandido. Escrito por Osamu Makino, 2002.
Mangás

Biohazard The Umbrella Chronicles: Prelude to the Fall
Biohazard: Marhawa Desire

Série chamada no Japão de Biohazard, que começou ao contrário da maioria, essa começou nos games e foi para as outras mídias, como Magás, HQs, Livros e filmes.
A série mostra assim como no Walking Dead, zumbis e um mundo destruído, e claro, pessoas tentando sobreviver.

Os livros:

A segunda série de livros sobre Resident Evil, baseada nos filmes, foi escrita por Keith R.A. DeCandido.
Em um interessante momento de contradição, os livros de DeCandido parecem se referir que os eventos em Resident Evil: Genesis se passam entre os jogos Resident Evil eResident Evil 2, apesar de Paul W.S. Anderson insistir que o primeiro filme precede os eventos ocorridos no primeiro jogo. De qualquer jeito, esse pode ser considerado um tabu, desde que isso foi determinado por muitos que o livro e os filmes ocupam seus próprios enredos alternativos, fora da história dos jogos.

HQ

Resident Evil: The Official Comic Magazine
Uma série de HQs lançada entre 1998 e 1999 pela DC / Wildstorm Comics, contou com 16 histórias, sendo algumas inspiradas nos games da série e outras inéditas. O gibi obteve sucesso de vendas regular, mas nunca foi pensado como uma publicação regular, chegando ao fim em sua quinta edição. No final de 1999, as histórias foram republicadas, desta vez encadernadas em uma edição de luxo, sob o selo DC Comics.

Resident Evil: Fire and Ice
Resident Evil: Fire & Ice é uma série de HQs de quatro edições produzida pela Wildstorm, foi publicada bimensalmente de dezembro de 2000 a maio de 2001. A história foi escrita por Kris Oprisko e Ted Adams, com arte de Lee Bermejo e Mark Irwin. A história gira em torno do S.T.A.R.S. Charlie divisão da equipe, como eles são enviados para investigar um circo contaminado pelo G-Virus. A história em quadrinhos foi reimpressa numa colecção de bolso comércio pela DC Comics em abril de 2009. Também não possui conexão com a cronologia da saga.

Resident Evil: Code Veronica 
Também lançada pela Wildstorm, esta série conta com riqueza de detalhes a história de Resident Evil CODE: Veronica. Claire Redfield, em busca de seu irmão Chris, invade um prédio da Umbrella na Europa. Ela é capturada e levada à Ilha Rockfort, onde mais uma vez há um vazamento de T-Virus. A jovem se une a Steve Burnside e, juntos, tentam sobreviver ao pesadelo, ao mesmo tempo que descobrem mais segredos sobre os fundadores da companhia farmacêutica responsável por todas aquelas atrocidades. Publicada em 2002 e dividida em quatro edições de autoria de Lee Chung Hing.

Resident Evil (HQ)
Resident Evil (sem subtítulos) é uma história em quadrinhos não canônica que é uma prequela a Resident Evil 5, publicado pela Wildstorm em 6 capítulos. Escrito por Ricardo Sanchez e a arte por Kevin Sharpe e Jheremy Raapack. O enredo começa quando uma estação espacial sob suspeita de estar envolvida com a produção de armas biológicas deixa de fazer contato, e a agente da BSAA Mina Gere é enviada para investigar
Junto com os livros acima, vários livros sob o título Biohazard foram publicados no Japão, incluindo traduções dos livros de S. D. Perry e DeCandido. Abaixo, uma lista de livros originais lançados no Japão:
Mangás no Japão

Com uma história dividida em duas edições publicadas na revista japonesa Shonen Champion, “Prelude to the Fall” é um prequel dos capítulos Umbrella's End e Dark Legacy, mostrando os primeiros movimentos de Wesker, Chris e Jill nos arredores da base da Umbrella na região do Cáucaso, na Rússia, e a descoberta do vazamento do t-vírus que levou ao ataque ao complexo de pesquisa, pouco depois. É o primeiro mangá licenciado da série. Esse lançamento faz parte da linha de tempo da série.

Biohazard: Marhawa Desire é o segundo mangá licenciado da série sendo desenvolvido pela CapBon!. O personagem principal do mangá é Chris Redfield. Como capitão de uma equipe Alpha SOU (Unidade de Operações Especiais) do ramo BSAA norte-americano, ele investiga uma série de incidentes com material biológico ocorridos em "Marhawa Escola", a maior escola da Ásia elite em uma ilha isolada em um determinado país no Extremo Oriente.

Ambas as séries possuem action figures e esculturas.

Bem Galera, espero que tenham gostado do post!
Abração, Luiz!

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Evroklidon



Nome da Banda: Evroklidon
País: Kiev na Ucrânia.
Genero:Unblack Metal.


A banda é particularmente nova e durou só um disco. De muita qualidade!
Artyom "Artaaroth" Stupak : Vocais, Guitarra, Baixo
Vadim "Rain" Fed'ko : Bateria

The flame of Sodom é o álbum único lançado, no ano de 2005.

Uma infeliz notícia é que a banda separou...muito triste a cena perdeu uma baita banda.

Bem, vamos ao que se interessa, o som e a letra.


Letra de Spiritual Battle :

The weak Devil fell, because there is no spear
which is able to pierce my armour.
Righteousness is my armour, 
because I took Christ, 
the army of evil will not defeat me.

Put on the armour, 
be ready to rebel against the devilish machinations.
Cleave shadow of darkness, 
go bravely to struggle against underheavenly evil.

I cleft rulers of darkness by God's Word, 
because this is my spiritual sword. 
I don't fear red-hot arrows of Satan, 
The shield of faith was able to keep me.

Put on the armour, 
be ready to rebel against the devilish machinations.
Cleave shadow of darkness, 
go bravely to struggle against underheavenly evil.

I dressed in full possession of God, 
and my enemy has lost battle to me, 
Helmet of salvation is on me, I am girded by truth, 
I have stood firm against evil in evil day.




Flames of Sodom!
Em inglês, traduzido do Russo

In black heavens, waterspout of fire is flying.
For eternal years he buried land of Sodom.

Burns the land of Sodom and Gomorrah,
Burns walls of Babylon.

Children cry in fire from pain,
children who were taught to worship Satan.

Heavens put crimson fur, and the sun became as darkness,
and the angel of death in heaven
is silently flying, as the bird.

Burns the land of Sodom and Gomorrah,
Burns walls of Babylon.
Children cry in fire from pain,
children who were taught to worship Satan.

And on the ground lies bloody snow,
covers mountains and fields,
Holocaust had left nothing there.
The land is sown by dead bodies there.

Burns the land of Sodom and Gomorrah,
Burns walls of Babylon.

Children cry in fire from pain,
children who were taught to worship Satan.
Children, tsars and slaves are burning
in eternal fire of sin.






Galera, espero que tenham gostado!
Até mais e um enorme abraço,Luiz.

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Western, suas vertentes e influências.



Filmes Western, ou bang bang , popularizando a cultura do velho oeste norte-americano, chegaram a fazer muito sucesso na cultura mundial, e ainda possuem muitos fãs.
Particularmente eu gosto de ver esses tipos de filme, apesar dos clichês e pastelões os filmes possuem ainda uma valorização dos anti-heróis. E mostra claramente o caos que uma terra sem lei pode gerar, tirando de lado todo pensamento anarquista sonhador, as pessoas são más, acostume-se com isso.É bem claro em todos os filmes.
Interessante como a cultura do faroeste chegou ao Brasil, influenciando na música sertaneja, criando músicas  que hoje são muito engraçadas, mas na época faziam a diversão dos ouvintes.
Funcionavam como histórias de rádio novelas, de fato parecem mesmo, entre a musicalidade e sanfonas existem várias histórias com seus valores embutidos, como o crime não compensa e a lei sempre vencerá.Quem dera no mundo real fosse assim né?
Revistas em quadrinhos como Tex(1948) na Itália (1951) nos EUA , fizeram e ainda fazem muito sucesso. Mas não parou por aí,  Jonah Hex (1972), ganhou até filme recentemente levando o estilo Western ao prestígio novamente.
Falando em western, filmes do estilo de renome foram lançados nessa época, como Cowboys  & Aliens(2011) , baseado na graphic novel de mesmo nome.
Filmes ainda sem conteúdo fantasioso foram lançados em 2007 como O assassinato de Jesse James pelo covarde Robert Ford, também baseado no livro de mesmo nome de Ron Hossen.
Os principais precursores do estilo foram Léo Canhoto e Robertinho.

Rock Bravo chegou para Matar! kkkkkkkkkkkkkkkkkkk


Abertura de Django


Entre meus filmes favoritos está Vingança cega, um pistoleiro que busca vingança contra bandidos sanguinários.

O filme completo!



Séries de western foram populares aqui no Brasil, como Bonanza, Durango Kid entre outras outras tantas que rolaram por aqui e fizeram e fazem a cabeça das crianças,e não tão crianças assim (RS).

Galera, espero que tenham gostado do post e que lhes tenha sido instrutivo.
Gostou?Divulgue o blog!
Se tiver algum tema em especial é só mandar a sugestão pelo face ou nos comentários mesmo
Um abraço, Luiz.

Большое спасибо россиян, которые получили доступ к нашему блогу, который не мало.
Vielen Dank an die Deutschen, die in unserem Blog zugegriffen haben, die nicht wenigen.
Many thanks to the Americans and Canadians who have accessed our blog, which are not few.

sábado, 20 de outubro de 2012

A árvore-forca

Fonte: Pinterest

Existe uma música na trilogia Jogos Vorazes que me marcou. Estou pensando nela e em seu significado incessantemente desde que terminei de ler o último livro intitulado "Esperança". A canção recebe o nome de "A árvore-forca"

Em inglês ela pode ser cantada da seguinte forma:

.



Você vem, você vem 
Para a árvore 
Onde eles enforcaram um homem que dizem matou três
Coisas estranhas aconteceram aqui
Não mais estranho seria
Se nos encontrássemos à meia-noite na árvore-forca.

Você vem, você vem
Para a árvore
Onde o homem morto clamou para que seu amor fugisse

Coisas estranhas aconteceram aqui
Não mais estranho seria
Se nos encontrássemos à meia-noite na árvore-forca.


Você vem, você vem
Para a árvore
Onde eu mandei você fugir para nós dois ficarmos livres

Coisas estranhas aconteceram aqui
Não mais estranho seria
Se nos encontrássemos à meia-noite na árvore-forca.


Você vem, você vem
Para a árvore
Usar um colar de corda, e ficar ao meu lado

Coisas estranhas aconteceram aqui
Não mais estranho seria
Se nos encontrássemos à meia-noite na árvore-forca.


Eis o trecho onde Katniss explica a letra da música:


"No início, parece que um cara está tentando fazer com que sua namorada vá encontrá-lo secretamente à meia noite. Mas é um local esquisito para um encontro romântico, uma árvore-forca, onde um homem foi enforcado, acusado de assassinato. A amante [o amor, não necessariamente ligado a um adultério] do assassino deve ter tido algo a ver com a morte, ou talvez eles fossem apenas puni-la de um jeito ou de outro porque o cadáver dele clamava para que ela fugisse. Isso é estranhamente óbvio, a parte do cadáver falante, mas é apenas na terceira estrofe que 'A árvore-forca' começa a ficar inquietante. Você percebe que a pessoa que está cantando a canção é o assassino morto. Ele ainda está na árvore-forca, continua perguntando se ela não vai se encontrar com ele. A frase 'Onde eu mandei você fugir para nós dois ficarmos livres' é a mais problemática, porque a princípio você pensa que ele está falando sobre quando a mandou fugir, presumivelmente para que ela ficasse em segurança. Mas então você imagina se ele não quis dar a entender que era para ele fugir para ele. Para a morte. No último verso, fica claro que é isso que ele está esperando. Sua amante, com seu colar de corda, morta, pendurada ao seu lado na árvore."

Sim, eu sei que é uma música muito depressiva, mas quis dividi-la com os leitores do blog pois ela não sai da minha cabeça. Tenho certa tendência em encontrar beleza na tristeza, e foi justamente o que aconteceu com essa música. Uma vez que a explicação da música é bem extensa, resolvi desagregá-la do post que falo sobre a trilogia Jogos Vorazes. Para quem ainda não viu minha resenha, pode acessá-la aqui. 

Espero que tenham gostado da música também ;)

Tchüss

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Admonish

Mais um dos posts sobre metal cristão, na próxima prometo que posto outro estilo ok?
Mas vamos lá!






Banda Sueca de 1994, do estilo unblack metal!

Os discos da Banda são recentes, a  banda não é muito conhecida aqui por terras tupiniquins, e não é tão evidenciada como as bandas satânicas na Europa, mas possui um som de qualidade com vocais rasgados e bateria bem acentuada.

Os álbuns são de nomes que não faço idéia como pronunciar:


Den Yttersta Tiden (EP, 2005)

Insnärjd (EP, 2007)

Atuais participantes da banda:



  • Emanuel Wärja: guitar, vocals
  • Robin Svedman: drums
  • Martin Norén: vocals
  • Jonas Karlsson: bass guitar
  • Emil Karlsson: guitarFundadores:
Fundadores:
  • Per Sundström: drums, guitar (Crimson Moonlight)
  • Andre:drums
  • Mattias: bass guitar
  • Joakim Simonsson: keyboard
  • Marcus: keyboards
  • Joel: guitar
  • Samuel: guitar


Vamos para a parte importante... os sons!

Journey  into afterline


Tower of Strength



Galera espero que tenham curtido o post,
Metal cristão é pouco conhecido mas tem muita qualidade, e não ofende nossa fé!
Um enorme abraço, Luiz!

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Action figures

Eae galera, tudo bem?
Estamos aqui pra mais um post do nosso "Diga Amigo e Entre", e  vamos falar de decoração de casa...mas vamos falar de decoração legal...sim estamos falando de ACTION FIGURES!
Action figures, ou figuras de ação, são miniaturas de bonecos e personagens de HQ's, filmes, desenhos e games que são utilizados para crianças brincarem e  pra fazer igual bibelô de vó, deixar a casa com sua cara.
Apesar dessa moda vintage de hoje em dia( que por sinal eu gosto) você pode usar seus brinquedos de infância, que estão em alta e comprar objetos novos para fazer a decoração.
Deixa o ambiente totalmente personalizado com seu gosto...é muito show!
Estava pesquisando na net sobre action figures e estátuas, e realmente me impressionei com a infinidade de coisas boas que estão sendo vendidas, é um assunto bem bacana, porém pra ter essa decoração não é muito barato :( mas peças por peça, vamos construindo nossa coleção né?

Algumas imagens bem bacanas de action figures pra decoração:








Gente, tem uma infinidade de action figures de tudo na net...
É só pesquisar, juntar uma grana e comprar!
Um abraço, Luiz

domingo, 14 de outubro de 2012

Dica de livro: Trilogia Jogos Vorazes



No ano passado, quando ouvi falar dessa série, o primeiro pensamento que me veio à cabeça foi: "urgh, aposto que é mais um romance adolescente ridículo, um novo best seller para substituir Crepúsculo".

Ainda assim, eu e o Luiz resolvemos ir ao cinema para assistir ao primeiro (e até agora, único) filme da série. Quando saímos da sala concordamos que o filme era legal e que em um futuro distante poderíamos, quem sabe, ler a trilogia. Mas foi somente quando uma amiga da faculdade fez uma descrição apaixonada sobre a série, que decidi que realmente precisava conhecer o trabalho de Suzanne Collins.

Posso dizer sem qualquer sombra de dúvida que Jogos Vorazes é uma das melhores trilogias que li nos últimos anos. Quem me conhece sabe que sou muito mais do que fã da trilogia de Tolkien, mas a li a dez anos atrás - quase onze - e ela é, na minha opinião,  boa demais para entrar em qualquer tipo de classificação.



Mas continuando com Jogos Vorazes, ainda estou impactada com o enredo da série. A história se passa na América do Norte pós apocalíptica, onde se forma o pequeno país Panem. A destruição do que conhecemos como Estados Unidos se dá a partir de uma série de desastres ambientais, combinados ao extremo descaso dos seres humanos com o meio ambiente e com seus semelhantes. Panem é dividida em 13 pequenos distritos e a Capital que escraviza os habitantes dos demais distritos. Em decorrência desse tratamento sub-humano, o distrito 13 se revolta e acaba destruído. Como exemplo para os demais, a Capital inventa os Jogos Vorazes, um reality show onde dois adolescentes, um menino e uma menina, de cada um dos 12 distritos é convocados para digladiar e matar uns aos outros até que sobre apenas um, o Vitorioso. Na cabeça do cruel presidente Snow, essa é uma forma tanto de castigar aqueles que apoiaram a revolta do distrito 13, como também de mostrar que ninguém pode se opor à capital. É aí que entra Katniss Everdeen, um tributo do distrito 12 que decide não ser apenas mais uma peça da Capital.

Katniss não é uma adolescente boboca que sonha em se casar com um vampiro. Aliás, se casar e ter filhos é tudo o que elas menos quer, pois não deseja criar mais tributos para os Jogos Vorazes. Mas ela também não é esse coração bem intencionado que as vezes o filme mostra. Katniss é fria e calculista, tendo atitudes heroicas muitas vezes apenas para não se sentir culpada posteriormente. Existe romance no livro? Existe! Mas é um triangulo amoroso sombrio, coberto pela certeza da morte próxima e de um futuro aterrorizaste. Por vezes a narrativa beira a insanidade, e consequentemente, não consegue escapar dela.

Entre as diversas lições que podemos tirar da trilogia, destaco aquela que mais fica evidente para mim. Até quando vamos continuar com nossas vidas mesquinhas, egoístas e consumistas?  Até quando vamos ignorar os sinais da natureza? Talvez esse mundo apocalíptico de escassez e escravidão não esteja tão longe da gente, principalmente se continuarmos explorando o ambiente e as pessoas como se elas não passassem de objetos descartáveis.

Bem, é isso. Além da sugestão de livros, esse post é, novamente, um convite à reflexão.
Espero que tenham gostado ^^

Tchüss

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Mercy screams

Sempre focando na dificuldade de se achar bandas boas após minha conversão, creio que estou ajudando a galera que curta som underground a conhecer coisas novas, sinceramente esse tipo de post me anima a conhecer bandas novas.




Mercy Screams

Banda de Friedericksburg, Virgínia, USA, do estilo metalcore.A banda é cristã assumidamente e possui um som de qualidade.
Formada em 2006 a banda só possui dois albúns, feito em 2010, chamado Pathways e Broken Mirrors em 2011.
É bem engraçado que quebra aquela pegada de crente de terno, gravata e muitas vezes vivendo de aparências, os caras tem tatoo, alargador e tudo mais, pena que não é muito bem visto dentro de muitas das igrejas ainda...

Os integrantes da Banda são:

Ian Scott: Guitarra
Aaron Green: Guitarra
Sunny Hodgen: Baixo
Jeremiah Hirsh:Vocal
Kyele Shanahan:Bateria



Sem mais delongas, está aí uns sons da banda para conferir!




pra quem curtiu está aqui o Myspace da banda: Mercy Screams.


Espero que tenham gostado da banda:
Um enorme abraço, Luiz!



quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Antidemon

Uhllllllllllllllllllllllllllll mais uma das prometidas postagens sobre bandas, estamos mostrando um trabalho Brasuca e em português!
Sim, Sim, sim estamos falando em Antidemon!
Caso queira o site oficial da banda é só clicar no nome!

Antidemon:



Banda de grindcore/ death metal cristã da capital paulista, reconhecida internacionalmente conhecida e formada em 1994!
Sinceramente essa banda ainda conheci quando não era cristão, e não dei muita bola pro som, principalmente porque trevas e luz nunca irão combinar, o som me incomodava.
O que mais me chama atenção, são as orações de libertação e seu posicionamento contra idolatria e uso de drogas explicitamente.
Muitos cristãos se impressionam vendo as capas dos cds que possuem demônios e tudo mais, mas claro que sempre fazendo uma apologia negativa ao demonismo.
Seu primeiro show no exterior foi no México, onde gravou Anillo de Fuego cantado em espanhol e metendo o dedo na cada da cultura idólatra mexicana.

Sua discografia é composta por:


  • 1995 - Demo Tape auto intitulada "Antidemon" 
  • 1995 - Coletânea "Refúgio do Rock" em Vinil.
  • 1997 - Demo Tape “Confinamento Eterno” 
  • 1998 - Demo Tape “Antidemon 04 Anos” 
  • 1999 - Debut CD: “DEMONOCÍDIO” 
  • 2000 - Coletânea “Lanceration Records” (USA)
  • 2000 - Coletânea “Noise for Deaf Vol. III” Rotthenness Records 
  • 2001 - CD Encarte da “REVISTA TRIP” Numero 91 
  • 2001 - Coletânea “Noise for Deaf Vol. IV” Rotthenness Records
  • 2001 - Coletânea “BRASIL COLLECTION” 
  • 2002 - DSPLIT CD “BARAD” com Antidemon e Zen Garden. DESTROYER
  • 2002 - CD “ANILLO DE FUEGO” Record in México 
  • 2009 - CD “SATANICHAOS” .


Seus integrantes são: 

Carlos  Batista do Nasciemento: Baixo e vocal
Juliana Batista: Bateria
Maurício Cebalho: Guitarra

Estão aí sons da banda pra você curtir!


Profundo abismo:



Apodrelupe



Testemunho do Pastor Batista



Galera, espero que tenham gostado do post!
Um enorme abraço, Luiz!

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Presentes - dicas de algo diferente! Parte I

Galera, está chegado a época de presente e : "AI MEU DEUS, CADÊ ORÇAMENTO QUE CAIBA TUDO?"
Acho muito legal sabe, presentes que custem tempo e dedicação realmente me chama muito a atenção, seja um texto, uma flor, um desenho, um porta retratos...é realmente chamativo!
Bom estão aí umas dicas de presentes baratos (e as vezes até que envolvam centavos de seu orçamento) e que podem fazer toda diferença.


Porta retratos personalizado:


Foi um dos presentes mais show de bola que ganhei na vida, não envolveu um custo muito alto de dinheiro, mas envolveu tempo e dedicação e sinceramente curti muito! (Valeu amor <3).


O que usar?

Basicamente se usa cola, revistas em quadrinhos, tesoura, pincel, um porta retrato e claro uma foto.

Como fazer?

Escolha as imagens, recorte e cole na superfície do quadro e espere secar.
Depois passe uma mão de cola em cima das imagens para ficar fixado.

Como ficou?






<3


Poesias/músicas:

Eu não sou desenhista, nem canto bem, mas sempre escrevo...E minha musa inspiradora é a Bah né, sempre escrevo e sinceramente gosto de escrever.

As noites trazem inspiração, e muitas vezes é só a gente ouvindo o que está dentro de si...
Aí está um dos meus textos que escrevi pra Bah e faz parte do livro que estou escrevendo pra ela, com o título "à Bárbara".


Tanto


Sinceramente as vezes sentimos tanta coisa

Que nem sabemos começar por onde,
Mas sei que invisto meu tempo com você
E sempre que estou com você tudo passa tão mais rápido...


Vejo como isso sendo algo bom,
Por que quando nos divertimos tudo passa mais rápido,
E é realmente divertido estar com você.
Não consigo escolher palavras,é tudo tão simples e sincero...

Às vezes a poesia e a musica simplesmente se tornam vãs,

Por que palavras se tornam tão superficiais quando olho fundo nos seus olhos
Por que a noite acaba,quando vejo você sorrir
E é tudo tão real e lindo...sinceramente é tanto pra dizer,
Que espero dizer no silêncio de um olhar...

É a única forma de dizer,e a única forma que consigo

E você é a única pessoa que realmente quis, quero e sempre irei querer dizer,
Que te amo,que ainda bem que é você...
E que bom que você também quer...Sonho com você todo o tempo,e quero acordar pra conversar com você
Do seu lado...É melhor que um sonho...

Te amo...Tanto,tanto

Que não sei mais o que dizer,apensa que te amo uma vez mais...Mais do que ontem e muito menos do que amarei daqui a um segundo...É mais natural que respirar,e de pensar em você respiro fundo
E mesmo assim perco o ar...


Se ler as partes grifadas, tem outro poema escrito...é pra você meu amor e só pra vc Dona Bárbara!


Outro presente que acho maravilhoso é flor! Eu amo flores, de preferência orquídeas, cerejeiras e ipês ahhhhhhhhhh os ipês...



Porque não uma flor personalizada?


Para fazer se precisa de flores brancas e anilina da cor desejada, e deixar a flor na solução.


Resultado:




Gente espero que tenham gostado do Post,
E que lhes sirvam de inspiração para presentear alguém com algo diferente.
Abração, Luiz.